BRT: Ibaneis sanciona projeto de Lei que cria “ônibus rosa” - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

BRT: Ibaneis sanciona projeto de Lei que cria “ônibus rosa”

No entanto, para valer, o projeto ainda precisa ser regulamentado

Regional

1 semana atrás
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

O projeto que determina a existência do “carro rosa” no BRT do DF foi sancionado pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. A Lei n° 6.282/2019 foi publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (10/4). Isso significa que a cada três ônibus das linhas expressas do BRT (TR20/2201 e TR26/2301), em um deles o embarque será permitido apenas às mulheres.

O deputado distrital Leandro Grass (Rede Sustentabilidade), autor da proposta aprovada na CLDF em março, disse que, mesmo sancionado pelo chefe do Executivo, o texto ainda precisa ser regulamentado para que, de fato, os ônibus rosa possam cirular. “Vamos mandar uma sugestão de projeto de decreto para que a lei seja implementada”, disse o distrital ao G1.

Diferente do metrô do DF, os ônibus que atenderão somente mulheres devem ser inteiramente separados para essa finalidade. No metrô, o primeiro carro de cada composição fica exclusivamente reservado para acomodar mulheres, ficando os outros três liberados para os demais passageiros.

De acordo com o texto do Diário Oficial, a empresa operadora – Viação Pioneira no corredor Sul – pode ou separar os carros da frota atual para atender as mulheres ou adquirir novos ônibus para complementar a frota. O sistema funcionará durante os horários de pico dos dias úteis.

Ibaneis vetou três artigos da proposta original. O primeiro estabelecia como “horários de pico” os intervalos entre 6h e 9h e de 17h às 20h. O segundo previa o prazo de até trinta dias para que o DFTrans e a Viação Pioneira se adequassem à norma e o terceiro previa o pagamento de multa, que também seria regulamentada em trinta dias.

Para Grass, os vetos “não prejudicam a essência da lei que foi costurada com o GDF”. Ele prevê que em quinze dias a Lei esteja regulamentada. A lei tem como objetivo dar mais conforto às mulheres e acabar com o chamado crime de importunação sexual no transporte público.

“Com a medida, busca-se diminuir situações de abuso enfrentadas diariamente em ônibus do sistema BRT, sofridas pelas mulheres, que circulam absolutamente lotados”, afirma um trecho do PL.

O BRT Sul

O único sistema de BRT existente no DF na atualidade interliga as regiões de Santa Maria, Gama e Park Way até o Plano Piloto. A viagem do ônibus, que é exclusivamente reservado para essas linhas, é feita por um corredor exclusivo. A Viação Pioneira tem 100 ônibus em operação no BRT.

Atualmente, o sistema conta com oito linhas com origens no Gama e Santa Maria. Dos terminais do Gama e Santa Maria partem ônibus expressos para a Rodoviária do Plano Piloto (linhas TR20/2201, TR25/2301), paradores que passam pelos Eixinhos (linhas TR21/2202, TR26/2302) e avenida W3 Sul (linhas 2205 e 2303).

Ainda há, saindo do Gama, uma linha com destino à L2 Sul e Norte passando pela UnB (linha TR22/2203) e uma linha de integração entre a Estação Park Way e a avenida W3 Sul (linha 2207). O serviço é alimentado por 10 linhas circulares de Santa Maria e 7 circulares do Gama.

Fonte: BSB Mobi
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade