Caiado diz que Marconi é "chefe de quadrilha" - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Caiado diz que Marconi é “chefe de quadrilha”

As alegações de Caiado foram dadas em entrevista coletiva no 5° Encontro dos Nordestinos de Cidade Ocidental

Nacional

2 meses atrás

A sequência de “troca de farpas” entre o governador Ronaldo Caiado (DEM) e o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) ganhou mais um capítulo no último domingo (18/8). O atual governante de Goiás chamou Marconi de “chefe de quadrilha”, além de ter o acusado de assaltar o Estado.

As alegações de Caiado foram dadas em entrevista coletiva no 5° Encontro dos Nordestinos de Cidade Ocidental, que fica entorno do Distrito Federal. “O ex-governador Marconi Perillo é um chefe de quadrilha, ele não foi governador (…) ele assaltou Goiás, roubou o dinheiro do cidadão” afirmou o governador.

Ronaldo Caiado ainda finalizou dizendo que é um governador com o objetivo de trabalhar para o povo. “O Estado agora tem um governador honesto, transparente e que não vai assaltar os cofres públicos”. Em resposta, o ex-governante goiano disse que vai acionar o governador na justiça por calúnia e difamação.

Troca de acusações entre Caiado e Marconi começou em uma missa em Niquelândia

A troca de acusações começou na quinta-feira (15/8) em uma missa da Romaria de Nossa Senhora D’Abadia no Muquém, distrito de Niquelândia. O governador Ronaldo Caiado disse que Goiás é a “Disney dos corruptos” e que essas pessoas tiveram que mudar de Estado – uma referência ao fato do ex-governador Marconi Perillo viver atualmente em São Paulo.

“Minha gente, quero dizer que não é fácil mudar uma corrupção que estava incrustada há 20 anos (no Estado). Precisamos do apoio da população”, disse o governador.

Três dias após o discurso na igreja, Marconi respondeu os comentários de Caiado sobre ele, lembrando que levou várias obras para a cidade para atender aos romeiros, e não economizou na forte dose de crítica a Caiado.

“Muquém viu o triste espetáculo de mentiras de um governador que foi parlamentar por 30 anos e nunca fez nada por nosso Estado. Um ser que usou seus mandatos apenas em causa própria e na defesa de interesses econômicos particulares.” afirmou o ex-governador.

*Com informações do O Popular

Fonte: dm.com.br
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade