“Clínica de reabilitação” cultivava 550 pés de maconha - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

“Clínica de reabilitação” cultivava 550 pés de maconha

A droga tinha até logomarca e selo de qualidade. O local possuía estufas e equipamentos sofisticados

Nacional

2 semanas atrás

Um suposto centro de tratamento e reabilitação psicossocial em Londrina, no Paraná, cultivava 550 pés de maconha de alto poder tóxico. O local possuía estufas, equipamentos sofisticados, e a droga tinha logomarca e selo de qualidade. A informação é do portal UOL.

Bombeiros foram ao endereço para atender uma ocorrência de incêndio, mas acabaram encontrando a estrutura para o plantio da droga e, por isso, a Polícia Militar foi chamada. Segundo a PM, a maconha era cultivada em locais com ar-condicionado, ventiladores e iluminação.

“Era uma equipe especializada porque tinha equipamento para medir a umidade, a temperatura, a química da água, da terra”, detalhou o tenente Emerson Castro, da PM. O oficial acrescentou que pelo menos quatro cômodos da casa eram destinados para o cultivo da cannabis sativa, a planta da maconha.

Em meio ao material apreendido, estavam dinheiro uruguaio e extratos bancários com movimentação financeira de alto valor.

Fuga
Segundo a Polícia Militar, os bombeiros foram ao local para atender a uma ocorrência de incêndio e precisaram arrombar o portão para conseguir entrar. “Eles não quiseram abrir a porta para os bombeiros e depois fugiram”, acrescentou o tenente Castro. Ainda segundo o militar, os responsáveis pelo local respondem a um inquérito por tráfico de drogas em Belém (PA).

 

Fonte: metrópoles
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade