Em áudio, diretor-geral da PCDF faz duras críticas a delegados - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Em áudio, diretor-geral da PCDF faz duras críticas a delegados

Na conversa, Seba fala em 'delegado maconheiro' e 'carregador de mala'

Regional

1 semana atrás

Em um áudio, que circulou nas redes sociais nesta quinta-feira (10), o diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal, Eric Seba, faz duras críticas a delegados da corporação. A conversa teria sido gravada há cerca de um ano, mas, o áudio só se espalhou recentemente. O Sindicato dos Delegados de Polícia do Distrito Federal (Sindepo-DF) repudiou a atitude.

Na gravação, Seba afirma que estava sendo chamado, pejorativamente, de “delegado vaqueiro” por alguns companheiros da corporação. Por isso, o diretor-geral diz que prefere ser isso do que ser um “delegado maconheiro” ou um “delegado carregador de malas”.

“Eu prefiro ser delegado vaqueiro, boiadeiro, do que ser um delegado maconheiro. E repito isso. E manda ele fazer o exame que quiser fazer. Diga que o desafio. Se o exame [de drogas] der negativo, eu entrego minha chefia amanhã, a chefia que eu ocupo.”, desabafa. A identidade do delegado a quem Seba se refere não foi divulgada.

O diretor-geral da PCDF também desafiou os seus opositores a “colocar o patrimônio à disposição [da Justiça]”, alegando que alguns dos chefes das delegacias estariam envolvidos em irregularidades com políticos.

“Alguns deles estão na Lava Jato. Alguns deles, até o governo passado, eram carregadores de mala do [ex-secretário de Saúde da gestão do governador Agnelo Queiroz] Rafael Barbosa”, denuncia.

Em nota, o Sindepo-DF afirma que a gravação gerou revolta durante a assembleia geral do sindicato. As afirmações feitas pelo diretor-geral foram consideradas graves. A diretoria do Sindepo cobra o esclarecimento de Seba sobre a declaração divulgada e indica que poderá tomar providências.

Fonte: JBr.
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade