Estudantes de Centro de Ensino do Gama na final de mostra internacional de ciências - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora ...

Estudantes de Centro de Ensino do Gama na final de mostra internacional de ciências

Alunos do Centro de Ensino Médio Integrado do Gama participam com projetos sobre tecnologia, leitura e engenharia na Mostratec, que chega à 19ª edição

Internacional

1 mês atrás

Três projetos de estudantes do Centro de Ensino Médio Integrado do Gama (Cemi) são finalistas na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), neste ano realizada em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul. A edição de 2020 está em curso virtualmente, de 9 a 10 de dezembro, com votações pelo site da Mostratec, uma das principais feiras do gênero do país.

Dois projetos dos alunos do Cemi disputam a votação popular na categoria Educação e Humanidades. Um é o Metodologias de Ensino com o Uso de TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação) no Ensino Médio. O outro tem o tema Metodologias de Leitura em Sala de Aula: Caminhos para o Hábito da Leitura.

“É muito gratificante ver o fruto da iniciação científica aqui no Cemi, que é um projeto que a gente já desenvolve há vários anos, com três trabalhos selecionados para a Mostratec, uma das feiras mais importantes do país”Carlos Lafaiete, diretor do Cemi Gama

Metodologias de Ensino com o Uso de TIC’s no Ensino Médio foi elaborado pelos estudantes Pedro Bulhões, Pedro Zago e Igor Rocha. O projeto mostra que óculos de realidade virtual ou de realidade virtual aumentada podem ser utilizados como técnica eficaz de memorização e aprendizado.

“A pirâmide do conhecimento feita a partir do experimento de William Glasser mostra que a maior parte do conhecimento é abstraído a partir do assistir, do ver e do fazer. Assim, o tema que o aluno teve em sala de aula é colocado em prática”, conta Pedro Zago.

Inovação em sistemas de monitoramento de cisternas é uma das ideias campeãs de alunos do Cemi Gama | Foto: Divulgação

No experimento, um óculos de realidade virtual foi acoplado a um celular com o vídeo sobre o mesmo tema que os alunos aprenderam em aula. Depois, uma pesquisa foi feita com estudantes e constatou que o entendimento sobre o assunto da aula foi maior com a utilização dessa tecnologia como ferramenta de aprendizagem.

O projeto do trio deseja incentivar o uso das TICs para melhorar e maximizar o processo de aprendizagem. “É muito gratificante ver o fruto da iniciação científica aqui no Cemi, que é um projeto que a gente já desenvolve há vários anos, com três trabalhos selecionados para a Mostratec, uma das feiras mais importantes do país”, destaca o diretor do Cemi Gama, Carlos Lafaiete.

Incentivo à leitura para crianças

As autoras do Metodologias de Leitura em Sala de Aula desenvolveram uma pesquisa sobre pedagogias que colaborem com o incentivo à leitura de forma dinâmica para crianças em fase de alfabetização. As estudantes Larissa de Fátima, Luiza Vergine e Samara Elonim D’Ávila de Carvalho fizeram uma pesquisa com professoras de uma escola da rede pública e constaram técnicas mais eficientes para despertar o interesse pela leitura.

Larissa de Fátima: “Percebemos, a partir das pesquisas realizadas, que existem várias formas de tornar a leitura uma atividade mais interessante” | Foto: Divulgação

“Percebemos, a partir das pesquisas realizadas, que existem várias formas de tornar a leitura uma atividade mais interessante, tais como leitura em grupo, utilização de fantoche e interpretação de textos, entre outras”, conta a estudante Larissa de Fátima.

A pesquisa concluiu que é benéfico despertar o interesse pela leitura logo no início do processo de alfabetização, já que é um hábito importante de estímulo para a imaginação e uma chave para a criatividade.

Monitoramento de água em cisternas

Um terceiro projeto do Cemi participa da votação na categoria Engenharia Eletrônica da Mostratec, intitulado DisCis: Uma Solução Moderna para o Antigo Problema de Monitoramento do Nível de Água em Cisternas.

Em algumas regiões da cidade do Gama, o uso de cisternas é comum devido à indisponibilidade do serviço de distribuição de água potável. Isso exige constante controle da quantidade de água disponível por meio de técnicas rudimentares que podem ser inseguras, imprecisas e, ainda, contaminar a água.

Pensando em uma solução criativa para o problema, os alunos Luigi Gallo, Kauã Vieira e Wander de Castro desenvolveram um dispositivo para monitoramento de água em cisternas. Ele utiliza um aparato microcontrolador associado a um sensor ultrassônico e um módulo bluetooth, para comunicação com um celular ou tablet, que indica o nível de água. Esse sistema pode ser utilizado com facilidade pelos usuários das cisternas.

Importância da Mostratec

Em sua 19ª edição, a Mostratec tem o objetivo de promover a iniciação científica entre os jovens, por meio do estímulo à pesquisa, e desenvolver produtos e soluções que são apresentadas para empresas e setores acadêmicos.

Os projetos dos estudantes do DF concorrem com os de alunos de instituições públicas e privadas de todas as regiões do Brasil e de mais 20 países, como Turquia, México, Cazaquistão e Índia.

* Com informações da Secretaria de Educação

últimas noticias
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade