Morador do Gama ganha bolsa na Universidade de Cambridge, no Reino Unido - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora ...

Morador do Gama ganha bolsa na Universidade de Cambridge, no Reino Unido

Morador do Gama, Marcus Vinícius Okubo, 17 anos, iniciou uma campanha on-line para arcar com as despesas do curso

Regional

2 semanas atrás

O estudante Marcus Vinícius Okubo (foto em destaque) está perto de realizar um sonho. O morador do Gama, que tem 17 anos, foi aprovado com 30% de bolsa para um curso de verão de escrita criativa na Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Agora, Marcus inicia uma campanha on-line, na plataforma “vakinha”, a fim de conseguir a quantia necessária para arcar com os custos da viagem.

O brasiliense conquistou a bolsa por ser um dos vencedores da competição de redação da Immerse Education, na qual concorreria a uma bolsa para estudar Escrita Criativa na Universidade de Cambridge. O tema proposto pela organização foi uma pergunta: “Diários pessoais constituem formas de escrita criativa?”. Marcus diz que adorou a proposta.

“Além de refletir sobre autoconhecimento e imaginação, pude fazer referência a diversas personalidades históricas, como Anne Frank e o escritor Júlio Dantas”.

O custo total para a realização do sonho de Marcus ficará em torno de R$ 30 mil. O estudante terá que arcar com o valor das passagens, almoços diários e 70% do valor do curso, que vai durar 14 dias. Na plataforma “vakinha”, Marcus pede ajuda para alcançar a marca de R$ 21 mil, mas até agora só arrecadou R$ 320. (Clique aqui para saber mais sobre a vakinha).

Marcus recebeu e-mail sendo parabenizado pela vaga

E-mail de chamamento da Universidade Arquivo Pessoal

Torneio Nacional de Robótica, no Brasil Arquivo Pessoal
Marcus durante uma apresentação do seu projeto de pesquisa na High Technology Foundation, em West VirginiaArquivo Pessoal

Trajetória

Essa não é a primeira batalha que o estudante teve sucesso. Em 2019, Marcus foi vice-campeão no torneio internacional de robótica na Nasa, em West Virginia, nos Estados Unidos, que participou com seu time pelo Clube de Robótica do Centro de Ensino Sesi Gama, escola na qual é bolsista integral desde os 12 anos.

“Desde pequeno, tenho uma grande paixão por aprender coisas novas e vivenciar experiências fora da minha zona de conforto”, relata Marcus. O estudante contou ao Metrópoles que a condição financeira sempre foi um empecilho para que pudesse ter acesso a grandes atividades extracurriculares, mas isso nunca o impediu de buscá-las. Nos últimos anos, o estudante participou de simulações da ONU e desenvolveu o Projeto Include, uma iniciativa on-line feita para apoiar artistas brasileiros e contribuir para a democratização da arte no país.

“Minha vontade de gerar impacto e buscar um constante crescimento enquanto indivíduo só aumentou ainda mais depois da minha experiência como competidor de robótica”.

Marcus foi selecionado com outros 29 jovens latino-americanos para participar do Bootcamp da Latin American Leadership Academy e, atualmente, desenvolve um projeto de pesquisa na área de sociologia voltado para a análise da evasão escolar de jovens transgêneros no Ensino Básico.

Fonte: METRÓPOLES
últimas noticias
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade