Motorista perde o controle do carro e cai dentro do Lago Paranoá - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Motorista perde o controle do carro e cai dentro do Lago Paranoá

O homem ficou desorientado, mas conseguiu sair do carro e esperou por socorro sobre o teto do veículo, de onde foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros

Regional

1 mês atrás

 Um motorista perdeu o controle do carro e caiu dentro do Lago Paranoá na manhã desta quinta-feira (9/8). Sem sofrer ferimentos, ele conseguiu sair do veículo e aguardou a chegada de socorro sentado em cima do Toyota Etios, que ficou coberto de água até poucos centímetros abaixo da janela.

O Corpo de Bombeiros atendeu essa ocorrência às 5h40 e conversou com o motorista, mas o homem não quis dar mais informações do acidente, como contou o major Gildomar. “Ele saiu do local, a pé, sem dizer para onde ia nem contar o que aconteceu para ele cair ali.”

Para tirá-lo da água, os bombeiros jogaram uma bóia em direção ao carro, orientaram quanto a maneira de usar o equipamento e em poucos segundos o motorista conseguiu chegar à margem do lago.

Na hora do ocorrido, ainda antes do sol nascer, a via estava iluminada somente pelos postes. Os bombeiros fizeram contato com a Polícia Militar por meio da Central Integrada de Atendimento e Despacho (CIADE) e os militares foram até o local para registrar o acidente e guardar a cena.

Como o homem foi embora assim que foi socorrido, não foi possível saber seu nome nem idade. Segundo populares que passavam pelo local, a vítima havia entrado em contato com um amigo para fazer a retirada do carro.

O acidente ocorreu na Ponte JK, sentido São Sebastião/DF, na margem direita e ao lado da barreira eletrônica.

Acidente semelhante

Em janeiro de 2017, uma moradora de Brasília sofreu um acidente no mesmo lugar. Marta Cristina Almeida também perdeu o controle do carro e caiu no Lago Paranoá, mas a vítima daquele ano não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Seu veículo havia entrado cerca de 10 metros na água, alcançando uma profundidade de 3m.
Fonte: Correio Braziliense
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade