Mulher é apedrejada até à morte na Somália por ter casado 11 vezes - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Mulher é apedrejada até à morte na Somália por ter casado 11 vezes

É a segunda execução por apedrejamento de uma mulher em menos de um ano, pelo mesmo motivo

Internacional

2 meses atrás

grupo extremista al-Shabab apedrejou uma mulher até à morte em praça pública, na Somália, por ter se casado 11 vezes sem nunca ter se divorciado. A execução foi decidida por um autoproclamado juiz, do mesmo grupo extremista, que assegurou que a mulher confessou os matrimônios, em segredo.

A execução teria ocorrido nesta quarta-feira (9), na vila de Sablale, região de Shabeellaha Hoose, após a decisão do autoproclamado órgão jurídico do al-Shabab.

Shukri Abdullahi Warsame, de 30 anos de idade, foi enterrada até ao pescoço e apedrejada por vários homens mascarados.

A agência Reuters cita um dos responsáveis do grupo naquela região, Mohamed Abu Usama, que afirma que os maridos de Shukri foram chamados a tribunal e todos confirmaram o matrimônio.

Esta é a segunda execução por apedrejamento de uma mulher em menos de um ano. Uma outra mulher foi executada desta forma, pelo mesmo delito, na região de Jubbada Dhexe, segundo indica o Washington Post.

O grupo al-Shabab, ligado à al-Qaeda desde 2012, controla parte do território no centro e sul da Somália e pretende instaurar um Estado Islâmico, lutando por aplicar leis islâmicas mais severas.

Fonte: Noticias ao Minuto
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade