Palocci diz que Lula sabia que seria alvo de fase da Lava Jato - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Palocci diz que Lula sabia que seria alvo de fase da Lava Jato

Segundo o ex-ministro, funcionários do Instituto fizeram 'uma limpa' em arquivos que os comprometiam e lamentaram que o ex-presidente não tenha feito o mesmo

Política

2 meses atrás

ex-ministro Antonio Palocci disse em delação premiada que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabia da 24ª fase da Lava Jato, que o levou à força para depor, em março de 2016. Segundo o ‘G1’, o depoimento de Palocci é parte de uma investigação sobre o vazamento dessa fase da operação.

De acordo com o ex-ministro, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, e a assessora, Clara Antl, sabiam que a operação contra o petista seria realizada, mas não sabiam se ele seria preso ou conduzido coercitivamente. Palocci disse que Okamoto contou ter “feito uma limpa” na casa dele em Atiabaia, assim como Clara.

Segundo o ex-ministro, os funcionários do instituto lamentaram o fato de Lula não ter feito o mesmo, pois, na ocasião, foram encontrados documentos comprometedores na casa do ex-presidente, em São Bernardo do Campo, e no sítio em Atibaia.

Palocci disse ainda que documentos relevantes deixaram de ser apreendidos na sede do Instituto Lulae na casa de assessores do ex-presidente do local. O ex-ministro alegou ter tratado diretamente com Clara sobre um HD no qual eram guardados os registros de todas as reuniões feitas por Lula em seus dois governos. Os arquivos não teriam sido levados pela Polícia Federal (PF).

Vazamento

A auditora da Receita Federal Rosicler Veigel, que atuava na Lava Jato, informou à PF que, em fevereiro de 2016, contou ao então namorado, o jornalista Francisco José de Abreu Duarte, que uma “bomba” relacionada a Lula estava prestes a “estourar”.

Rosicler disse ainda que levou cópias de documentos da operação em que o petista seria alvo para casa. Contudo, ela nega ter entregue esses documentos ao ex-namorado e o acusa de ter retirado os papéis da bolsa dela, sem que ela soubesse.

O jornalista, por sua vez, confirmou que vazou as informações para o ‘Blog da Cidadania’, mas negou que partiram da auditora e invocou o direito constitucional para proteger a fonte. Ele disse que manteve uma cópia da decisão judicial sobre Lula que estava na bolsa de Rosicler. Considerando que muitas informações da operação costumavam vazar, o jornalista afirmou que não se arrepende da divulgação.

A PF concluiu o inquérito no dia 16 de janeiro. Agora, o Ministério Público Federal (MPF) avalia se oferece ou não denúncia à Justiça.

Fonte: Noticias ao Minuto
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade