PMDF quer novo concurso com 2,2 mil vagas para soldados e oficiais - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

PMDF quer novo concurso com 2,2 mil vagas para soldados e oficiais

O diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba, também disse que aguarda a autorização do GDF para lançar um concurso com 2,1 mil vagas

Concursos

2 meses atrás

Quem sonha com a carreira policial deve ficar atento. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Antônio Nunes, disse que aguarda posicionamento do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) para abrir seleção com 2,2 mil vagas, sendo 2 mil para soldado e 200 para oficiais.

Pub

“O TCDF pediu o projeto e eles estão fazendo algumas avaliações. Mas, em setembro, ele volta para nós”, informou Nunes. O comandante, entretanto, não deu uma previsão para o lançamento do edital. São esperadas 500 vagas imediatas para combatente, 18 para corneteiro, seis para músico e, ainda, 1.500 para cadastro reserva.

Os interessados em concorrer a uma das oportunidades deverão ter nível superior completo. A estimativa da PM é que pelo menos 28 mil pessoas se inscrevam no próximo certame.

Os candidatos deverão passar por provas objetiva (conhecimentos gerais e específicos) e subjetiva (redação), teste de aptidão física, exames médicos e psicológicos, sindicância de vida pregressa e prática instrumental — no caso das vagas para músico. O salário inicial de um soldado da PM é de R$ 6.338,87 (primeira classe) e R$ 5.108,08 (segunda classe).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social, hoje, o DF conta com um efetivo de pouco mais de 13,3 mil policiais militares na ativa, praticamente a mesma quantidade de 10 anos atrás, sendo que nesse intervalo a população quase dobrou. Nos últimos 12 meses, cerca de 2,2 mil PMs se aposentaram.

Polícia Civil
Quem também aguarda a abertura de concurso para a Polícia Civil poderá ter uma boa notícia. Ao Metrópoles, o diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba, afirmou que aguarda a autorização da equipe de governança do GDF para lançar um concurso para 1.750 agentes e 350 escrivães.

A renovação, segundo o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), é necessária porque o quadro de servidores da corporação está defasado em 50%. “Tivemos muitas aposentadorias e também é preciso fazer uma reposição contínua. O ideal seria termos 8,9 mil agentes. Hoje, no entanto, contamos com cerca de 4,5 mil, sendo que 300 estão no sistema penitenciário”, explicou o presidente da entidade, Rodrigo Franco.

Um agente da Polícia Civil em início de carreira recebe R$ 8.284,55 por uma jornada de 40 horas semanais. A categoria trava, desde o ano passado, uma queda de braço com o GDF para equiparar sua remuneração a dos policiais federais.

Veto
Publicada no dia 3 de agosto no Diário Oficial do DF, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018 prevê o ingresso de 19.898 novos servidores nos quadros do GDF e da Câmara Legislativa, via concurso público.

Até 2020, as contratações, se confirmadas, vão representar um acréscimo de R$ 1,3 bilhão nas contas do tesouro local. Ao sancionar o texto, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) vetou 8.001 vagas incluídas na proposta por meio de emendas parlamentares. Entre elas, estavam os postos previstos para a Secretaria da Criança, Polícia Civil e Militar.

Fonte: Metrópoles
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade