Projeto plantar para o futuro - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Projeto plantar para o futuro

No último dia 19 de novembro, o professor Júlio Cesar da Silva levou 50 alunos do Município de Novo Gama para a Reserva Ecológica de águas Emendadas na cidade de Planaltina – DF, onde as crianças puderam vivenciar na prática a importância das águas e do cerrado para a sobrevivência do povo do DF e cidades vizinhas.

1 mês atrás

A Educação Ambiental é um processo que visa “formar uma população consciente e preocupada com o meio ambiente e com os problemas que lhe dizem respeito, uma população que tenha os conhecimentos, as competências, o estado de espírito, as motivações e o sentido de participação e engajamento que lhe permita trabalhar individualmente e coletivamente para resolver os problemas atuais e impedir que se repitam”.

Conforme o Art. 10 da Política Nacional de Educação Ambiental, a Educação Ambiental será desenvolvida como uma prática educativa integrada, contínua e permanente em todos os níveis e modalidades do ensino formal. Pensando nisso o professor de geografia e ambientalista Júlio Cesar Da Silva docente da Escola Municipal Machado de Assis no bairro Pedregal, criou o projeto “Plantar para o futuro” que visa ministrar aula de forma interdisciplinar, sempre optando pelas aulas práticas onde os alunos tem explicação sobre as árvores nativas do cerrado, sobre árvores frutíferas e conscientização ambiental, eles limpam o local, cavam o buraco plantam a muda e cuidam dela nas áreas das escolas, áreas públicas e áreas de lixão, além é claro, de aula sobre a preservação da natureza, economia de água e sustentabilidade de uma forma geral agindo assim como multiplicadores da aprendizagem ambiental no município.

No último dia 19 de novembro, o professor Júlio Cesar da Silva levou 50 alunos do Município de Novo Gama para a Reserva Ecológica de águas Emendadas na cidade de Planaltina – DF, onde as crianças puderam vivenciar na prática a importância das águas e do cerrado para a sobrevivência do povo do DF e cidades vizinhas.

A Educação Ambiental deve ser abordada de diferentes formas na sala de aula. O professor deve utilizar metodologias criativas para obter a atenção e participação de todos os alunos, promovendo a conscientização ambiental diz o professor Júlio Cesar.

As aulas devem ser desenvolvidas, de forma que os alunos consigam conciliar teoria e prática possibilitando uma aprendizagem consciente e prazerosa. Um bom exemplo são as aulas de Educação Ambiental em zoológicos, parques, matas, praças e até no próprio pátio da escola, onde as explicações, juntamente com o contato com os recursos naturais, são de extrema importância no processo de conscientização ambiental enfatiza o professor que desenvolve o projeto Plantar para o futuro em todo o Município de Novo Gama – GO.

A coleta seletiva do lixo, a redução no desperdício de água, entre outras atitudes que contribuem com o meio ambiente, são ações que devem ser solicitadas, tanto no colégio como nas residências dos alunos, proporcionando que eles sejam agentes participativos do processo de ensino aprendizagem e, principalmente, visualizando o resultado e havendo uma mudança comportamental finaliza o professor Júlio Cesar da Silva.

Obs: Júlio Cesar Messias da Silva é professor concursado do município de Novo Gama na área de Atividades e Geografia com pós graduação em Meio Ambiente e Sustentabilidade, Docência do Ensino Superior e EJA, Psicopedagogia e Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica além de vários cursos na área de educação. Contato: 61 991357720

últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade