Projeto recicla chicletes mascados e transforma em tênis - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Projeto recicla chicletes mascados e transforma em tênis

Usa-se cerca de 1 kg de goma para cada quatro pares de sapatos

Internacional

4 meses atrás

Que a goma de mascar é um passatempo universal, isso muita gente sabe. O que não é normalmente lembrado é a consequência que chicletes causam quando as pessoas os cospem.

Para reduzir o desperdício e lixo, a organização de marketing Iamsterdam, a Explicit Wear e a empresa de sustentabilidade Gumdrop colaboraram para desenvolver um sapato a partir do chiclete reciclado. Chamada de Gumshoe, a sola do sapato é feita de compostos recicláveis (20% de goma), conhecidos como Gum-Tec, produzidos pela Gumdrop, noticia o The Verge.

“Descobrimos que a goma é feita de uma borracha sintética. Quebrando essas propriedades fomos capazes de criar um novo tipo de material”, diz Anna Bullus, diretora e designer da Gumdrop. De acordo com o projeto, cerca de 3,3 milhões de quilos de chicletes chegam às ruas de Amsterdã a cada ano, e isso custa à cidade milhões de dólares para limpar. O projeto usa cerca de 2,2 libras (1 kg) de goma para cada quatro pares de sapatos.

O chiclete reciclado usado no projeto foi retirado dos pavimentos da capital holandesa. Os compostos Gum-Tec são formados como grânulos e são, então, moldados na sola do sapato, que também apresenta um mapa da cidade.

“Começamos a procurar uma maneira de conscientizar as pessoas sobre esse problema […] Foi quando a ideia começou a criar um produto que os cidadãos realmente querem, de algo com o qual ninguém se importa”, disse um porta-voz da colaboração, Jonathan Van Loon.

O projeto Gumshoe clama ser o primeiro par feito de chiclete. Além da sola, o resto do calçado é feito de couro. Os criadores querem expandir a ideia para outras grandes cidades e introduzir uma maneira mais fácil e mais sustentável para as pessoas se livrarem das suas gomas já mascadas.

Os sapatos estão disponíveis em rosa chiclete ou preto e vermelho. Eles estarão disponíveis em junho por 190 euros (cerca de R$ 650).

Fonte: Noticias ao Minuto
últimas noticias
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade