Sara Winter deve ser liberada da Colmeia na tarde de quarta-feira - O Democrata - O Democrata O Democrata - Noticia toda hora

Sara Winter deve ser liberada da Colmeia na tarde de quarta-feira

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária avaliará se será necessário realizar reforço na segurança do presídio

Política

2 semanas atrás

A líder do grupo extremista 300 do Brasil, Sara Fernanda Giromini, mais conhecida como Sara Winter, deve ser liberada da Penitenciária Feminina do Distrito Federal, a Colmeia, ao fim da tarde de quarta-feira (24/6). A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária avaliará se será necessário realizar reforço na segurança do presídio. 
Continua depois da publicidadeA bolsonaria está presa temporariamente desde 15 de junho, quando foi detida durante uma operação da Polícia Federal. Sara Winter é investigada por ataques, praticados de forma continuada, contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Inicialmente, a suspeita ficaria detida por cinco dias e seria liberada na sexta passada (19). No entanto, a Justiça prorrogou o período de detenção por mais cinco dias.
De acordo com o secretário Adval Cardoso, da Administração Penitenciária, a interna está presa em uma cela isolada e não tem contato com a população carcerária da Colmeia — para preservar a integridade física da investigada. Como o período de prisão finaliza nesta quarta (24), ela será liberada ao fim da tarde, caso a Justiça não determine a continuidade da detenção. 
“Como a previsão é de que Sara Winter seja liberada, estamos nos preparando para uma eventual manifestação em frente ao presídio. Não há problema algum se apoiadores vierem recebê-la, no entanto, não vamos permitir nenhum ato que ultrapasse os limites, como queima de fogos de artifícios. Se ocorrerem ações que vão contra a lei, tomaremos as medidas cabíveis”, garante Adval Cardoso.
Além disso, o secretário afirma que será avaliada a necessidade de reforço da segurança do presídio. “Até a manhã (de quarta-feira), vou decidir se será preciso que a Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE) dê apoio durante a soltura de Sara Winter. Se avaliarmos a necessidade, também vamos solicitar a unidade e a presença de mais policiais penais”, esclarece.
A reportagem entrou em contato com a defesa de Sara Winter. No entanto, até a mais recente atualização desta matéria, não obteve retorno. O espaço está aberto para manifestações.

Fonte: CB
últimas noticias
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade