ODemocrata

PM de Goiás faz balanço positivo de 2013

A Polícia Militar de Goiás fechou o ano de 2013 contabilizando saldo expressivo de ações preventivas e de combate à criminalidade em Goiás. Comparando com 2012, todos os indicadores de produtividade apresentaram crescimento. No passado, a PM deflagrou  quase 50 mil (40.981) operações policiais e abordou mais de 657 mil pessoas em todo o Estado.

PM também atua com rigor na região do Entorno. (Fotos: Copom Entornododf)
PM também atua com rigor na região do Entorno. (Fotos: Copom Entornododf)

Nas abordagens e operações realizadas em diferentes cidades, a Polícia Militar recapturou 3.933 foragidos da Justiça, recuperou 13.449 veículos furtados ou roubados e retirou de circulação 2.711 armas de fogo ilegais. O número de armas apreendidas é 16,3% maior que em 2012, quando a corporação registrou 2.332 apreensões.

Dados disponibilizados pelo Sistema de Controle Operacional (Siscop) revelam ainda expressivo número de prisões em Goiás. No passado, 6.658 pessoas foram presas em flagrante por roubo, receptação, tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma de fogo e outras modalidades de crimes. Neste mesmo período, a PM contribuiu ainda com o registro de 2.996 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCOs). Em média, 27 pessoas foram presas todos os dias pela Polícia Militar  praticando crimes.

PM em Goiás

Combate ao crime
Em 2013, como parte das medidas de combate à criminalidade, a corporação intensificou o trabalho contra o tráfico de drogas, realizando  5.610 apreensões de entorpecentes. A PM também reforçou a fiscalização das divisas, reestruturando e intensificando as operações realizadas pelo Comando de Operações de Divisas (COD).

Pioneiro na implantação desta modalidade de policiamento, as ações realizadas pelo COD  se tornaram referência nacional. Em 2013, a unidade especializada da Polícia Militar apreendeu, em parceria com o Graer, Rotam, Rodoviário, Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, mais de 4,3 toneladas de drogas. O número é 272% maior que o mesmo período de 2012.

Para o comandante-geral da PM, Sílvio Benedito Alves, o expressivo número de apreensões e ações preventivas reflete o constante trabalho realizado pelos policiais militares nas ruas, o  fortalecimento das operações e os investimentos realizados pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública (SSP). “Em 2013, foram várias as ações implantadas para reforçar a segurança da população. Este ano, com a inclusão dos novos policiais e implantação de novas medidas, intensificaremos ainda mais nossas ações para reforçar a segurança da população”, enfatiza o comandante.

Polícia Comunitária

No ano passado, a Polícia Militar impulsionou também o policiamento comunitário, elevando em 67% o número de visitas comunitárias, reforçando a presença da PM nas escolas e implantando programas de relacionamento e consolidação de parcerias com representantes dos diversos segmentos da sociedade. “Além da Operação Quartel na Praça, implementamos em Goiás oPrograma Ronda de Quarteirão, eficiente modelo de policiamento que conhecemos na Colômbia, durante visita oficial às cidades de Bogotá e Medellín”, enumera.

Policiamento especializado
Em abril do ano passado, como complemento ao trabalho de combate à criminalidade, o Comando-Geral da PM reforçou o processo de reestruturação e o fortalecimento do policiamento especializado em Goiânia, Região Metropolitana e outras cidades goianas. “Em poucos meses, triplicamos o efetivo da Rotam e aumentamos de sete para 27 o número de equipes nas ruas”, ponta o comandante.

Em 2013, completando o processo de fortalecimento das unidades especializadas, a PM também criou, em Aparecida de Goiânia, a Companhia de Policiamento Especializado (CPE), reforçou o efetivo do Giro, COE (Companhia de Operações Especiais), Batalhão de Choque (Canil) e Esquadrão Antibombas. (Com informações do Portal Goiás Agora)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *