Kassab recebeu R$ 14 milhões, diz delator da Odebrecht

Gilberto Kassab (PSD), ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações do governo Temer, recebeu R$ 14 milhões da Odebrecht Transport, em 2013 e 2014, via caixa 2, de acordo com delação do ex-executivo da empreiteira, Paulo Cesena.

“Sobre Gilberto Kassab, Benedicto Junior me informou que fez, em 2013 e 2014, pagamentos no valor de aproximadamente R$ 14 milhões, sob o argumento de que seria para apoiá-lo nas eleições ao Senado em 2014 e nas campanhas do PSD”, afirmou Cesena à Lava-Jato.

Além dele, segundo O Globo, o secretário do Programa de Parceria de Investimentos, Moreira Franco (PMDB), um dos políticos mais próximos de Michel Temer, e o ex-deputado Eduardo Cunho, também são acusados por Cesena de ter recebido R$ 4 milhões e R$ 4,6 milhões, respectivamente, da Transport.

Não há declaração ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de nenhum recurso do grupo na prestação de contas de campanha de Kassab em 2014, o que pode apontar que, se a doação de fato ocorreu, não foi por meio do caixa oficial.

Questionado sobre as afirmações, o ministro pediu cautela. “A Lava-Jato faz um excelente trabalho, mas entendo que todos os depoimentos obtidos precisam ser apurados com profundidade e comprovados”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *