ODemocrata

Domingo de terror no Iraque

Bagdá – O jornalista cristão Alaa Edwar foi morto neste domingo (24/11) no norte do Iraque, informaram fontes médicas e de segurança, acrescentando que a escalada de violência também deixou cinco mortos em outras partes do país.
ique

Ao longo desta semana, pelo menos 200 pessoas foram mortas em ataques.

Em Mossul (norte), homens armados mataram o jornalista cristão Alaa Edwar perto de sua casa. Ele trabalhava para uma emissora local apoiada pelo governador dessa província.

Em outubro, três jornalistas já haviam sido mortos, e outro, gravemente ferido nos atentados em Mossul, uma cidade de maioria sunita. Com frequência, ativistas cometem ataques e são acusados de extorquir os comerciantes locais.

Ainda em Mossul, um militar e um civil foram mortos em outros dois ataques neste domingo, enquanto que uma bomba explodiu na estrada na passagem de uma patrulha, no oeste da província de Nínive, matando um capitão. Mossul é capital dessa província.
Além disso, um dono de restaurante foi morto no sul de Bagdá, e um soldado, abatido no ataque a um posto de controle em Balad, ao norte da capital.

A violência no Iraque já deixou mais de 5.800 mortos desde o início do ano, de acordo com balanço feito pela AFP. (Por: AFP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *