Ex-vereador, testemunha do caso Marielle, é morto em atentado no Rio

Político foi ouvido em 2018 no âmbito do inquérito que investiga os assassinatos

Zico Bacana durante sessão da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro -  (crédito: reprodução/redes sociais)

Zico Bacana durante sessão da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro – (crédito: reprodução/redes sociais)

O ex-vereador e ex-PM, Zico Bacana, uma das testemunhas da investigação sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, foi morto em um ataque no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (7). De acordo com informações da Polícia Militar, Zico estava em uma loja quando os atiradores chegaram.

O ex-vereador estava com outras pessoas no local, inclusive o irmão dele, que teria sido baleado e morto no ataque. Zico, de acordo com informações preliminares, foi levado ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O irmão do vereador, Jorge Tavares, foi levado para o Hospital Carlos Chagas, e também não resistiu aos ferimentos. Zico Bacana foi investigado na CPI das Milícias e foi ouvido pela polícia em 2018, como testemunha no caso Marielle.

Em 2020, ele já tinha sido vítima de um atentado e levou um tiro de raspão.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Correio Brasiliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *