Cobertura da plataforma e parte central da Rodoviária do Gama é iniciada

Com investimento superior a R$ 8,3 milhões, a nova etapa faz parte da fase final da primeira parte da obra de construção da nova plataforma e do módulo central. Em breve, os serviços serão estendidos para o terminal antigo

As obras no Terminal Rodoviário do Setor Central do Gama atingiram uma nova etapa. Após a conclusão da pavimentação em concreto rígido e da implantação da sinalização, os serviços seguem para a instalação da cobertura completa da nova plataforma, o Terminal 1, e da parte central. Serão montadas telhas em estruturas metálicas para cobrir o espaço.

“A cobertura completa é mais uma etapa para que façamos a transição dos permissionários, usuários e comerciantes, para iniciarmos a demolição do terminal antigo, onde será feita outra etapa da reforma”, afirma o subsecretário de Terminais da Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob-DF), Denyson Franklin de Souza.

Localizado ao lado da Feira do Galpão Central do Gama, o terminal ocupa uma área de 5.760 m². Estão sendo investidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF) mais de R$ 8,3 milhões na reforma, que é também uma ampliação do equipamento público, que passará a ter duas plataformas de embarque e desembarque, além de um módulo de serviço com banheiros, salas administrativas e vigilância e um espaço para lojas.

“O terminal terá uma ampliação na capacidade de operação, com muito mais espaço para os ônibus, permissionários e usuários. Nosso objetivo é ampliar a capacidade do terminal para que ele possa operar atendendo novas linhas. Estamos fazendo toda uma estrutura física e logística”, conta o subsecretário.

Atualmente, os serviços se concentram ainda na finalização do piso de granitina da plataforma do Terminal 1 e do reboco e do sistema hidráulico do módulo central. Estão em execução também o corte do terreno e o sistema elétrico. Após a finalização de todas essas fases, a obra passa a se concentrar no terminal antigo em funcionamento, que será completamente reconstruído. “Decidimos iniciar a obra pela parte nova para minimizar o máximo possível os impactos”, afirma Denyson Franklin de Souza.

Para a administradora do Gama, Joseane Feitosa, a reforma atende uma demanda antiga da população, além de colocar o terminal nos padrões de segurança e acessibilidade atuais. “É uma obra muito importante, porque essa era uma rodoviária muito antiga. Ela está no Setor Central da nossa cidade e tem um comércio que a circunda, então tem muito movimento. Essa reforma é benéfica para toda a nossa comunidade, além de levar conforto aos permissionários e usuários do transporte público”, defende.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *