Orgasmo, uso de drogas e incêndio: o que se sabe sobre morte de youtuber enterrado no quintal em SP

Delegado responsável pelo caso, da Polícia Civil de São Paulo, esclareceu detalhes da investigação e relato dos suspeitos

Influenciador foi encontrado morto neste sábado

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte do influenciador Carlos Henrique Pires Medeiros, de 26 anos, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. O jovem, que estava desaparecido desde a noite de Natal, foi encontrado no último sábado, enterrado no quintal de um casal de vizinhos. Nesta terça-feira, o delegado Luís Hellmeister, titular do 1ºDP do município e responsável pelo caso, esclareceu detalhes da investigação.

Desaparecimento

De acordo com amigos, o jovem foi visto pela última vez em uma praça da cidade, acompanhado de amigos e familiares para assistir a uma queima de fogos natalina. Na ocasião, Carlos Henrique teria dito a uma irmã que passaria a noite de Natal na casa dos suspeitos. Segundo um amigo do influenciador, um deles chegou a aparecer em vídeos no canal do YouTube do influencer. As informações foram divulgadas pelo portal ‘Metrópoles’.

Suspeitos

O marido Renan José, de 28 anos, e sua esposa grávida, Caroline Mello, de 24, foram presos por suspeita de envolvimento na morte. O homem era vizinho e amigo de infância da vítima. De acordo com a polícia, após se entregarem na delegacia de Itapecerica, o casal contou, de forma minuciosa, como foi o decorrer dos acontecimentos da noite da morte de Carlos Henrique. Ainda segundo o delegado, a investigação deve incluir uma terceira pessoa: a irmã de Caroline.

YOUTUBER ENTERRADO EM QUINTAL:

  • Desaparecido desde a madrugada do dia 25, o youtuber Carlos Henrique Medeiros, de 26 anos, foi encontrado morto, neste sábado, no município de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. 
  • O suspeito de matar o influenciador era vizinho e amigo de infância do jovem. O possível responsável pelo crime, de 28 anos, e sua esposa grávida, de 24, foram presos.
  • O corpo do jovem foi encontrado enterrado em uma cova rasa no quintal da casa do casal no último sábado. De acordo com amigos, o jovem foi visto pela última vez em uma praça da cidade, acompanhado de amigos e familiares para assistir a uma queima de fogos natalina.

Relação sexual e uso de drogas

— A única coisa que nós temos é o relato dos suspeitos e um corpo — afirmou o delegado Hellmeister. — Eles estavam na residência do casal, comemorando o Natal. Renan e Henrique estavam fazendo uso de drogas, de cocaína. A vítima teria ido ao banheiro para ter uma relação com a irmã da Caroline. Lá, segundo a versão deles, ao término da relação, Henrique teve um mal súbito.

A jovem de 17 anos que teria se envolvido com o youtuber, apesar de ser menor de idade, também deve ser interrogada.

Cova no quintal

— Eles tentaram reviver o jovem. Em uma reunião, resolveram abrir uma cova rasa pra colocar o cadáver. Vizinhos começaram a notar um cheiro diferente, até que um amigo em comum saltou o muro e viu uma terra remexida. Quando encontrou o corpo, ele acionou a polícia — esclareceu o delegado sobre a descoberta do cadáver de Henrique, no último sábado.

Retaliação

De acordo com as investigações, após o corpo ser encontrado no quintal do casal, os moradores da região e os fãs de Carlos Henrique, que acumulava quase dois milhões de seguidores em uma de suas plataformas, foram atrás dos suspeitos.

— A população e os seguidores, prevendo que os autores poderiam ser o Renan e a Caroline, invadiram a casa, puseram fogo, destruíram tudo lá. Temendo pela própria vida, o casal se entregou à polícia — afirmou o delegado.

A investigação

O casal segue sendo investigado. De acordo com o delegado, se ambos não forem condenados por homícidio, caso a morte tenha sido um mal súbito, como consta nas declarações dos suspeitos, os dois responderão por ocultação de cadáver.

Segundo a Polícia Civil de São Paulo, o exame toxicológico será adiantado pelo IML, com previsão de liberação em aproximadamente uma semana. Já o laudo necroscópico será revelado nos próximos dias, podendo esclarecer se houve algum tipo de agressão ou se as provas corroboram com a versão dos suspeitos.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

O GLOBO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *