Vai curtir o fim de semana? Saiba qual será a previsão do tempo no DF

Os moradores do DF devem ficar atentos aos riscos de queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas e corte de energia

Ciclista pedala em ciclovia no Parque da Cidade. Pinheiros caídos ao fundo

A previsão é de mais chuva para o fim de semana no Distrito Federal. Nesta sexta-feira (5/1), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta amarelo, para chuvas intensas, com risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

O sábado (6/1) e o domingo (7/1) terão céu nublado, com risco de chuva de 20mm/h e 30 mm/h, podendo chegar até 50 mm/h no dia. Os ventos também serão intensos, de até 40 km/h. A temperatura mínima prevista é de 18ºC e a máxima de 26ºC.

Já a umidade relativa do ar será de 90% pela manhã e deve variar entre 55 a 60% no período da tarde, segundo a meteorologista Andréa Ramos.

Os brasilienses devem se preparar, ainda, para enfrentar muita chuva neste mês. Só nos dois primeiros dias do ano, o volume das chuvas superou 80% do esperado para todo o mês.

Até a manhã de quarta-feira (3/1), o DF havia registrado 109 milímetros (mm) de chuva no Plano Piloto e 166mm no Paranoá. Os volumes representam, respectivamente, 53% e 81% da média prevista para todo janeiro.

Em caso de emergência, a recomendação é que o cidadão busque ajuda por meio dos telefones do Corpo de Bombeiros (193) ou da Defesa Civil (199).

O Inmet recomenda que a população não se abrigue embaixo de árvores, evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada e não estacione veículo perto de torres ou placas.

A Defesa Civil orienta, também, a nunca atravessar ruas alagadas, mesmo de carro ou motocicleta, porque a força da água pode arrastar veículos.

Além disso, o órgão recomenda o uso do sistema de aviso à população, que funciona por mensagens de texto pelo telefone 40199. Ao enviar o CEP do endereço onde mora para o número, o celular fica cadastrado para receber os alertas emitidos pelo serviço.

Confira todas as orientações:

  • Dicas de prevenção
    – Fique atento à previsão do tempo para a região e conheça os principais problemas que podem afetá-la;
    – Mantenha calhas e ralos limpos;
    – Solicite a poda ou o corte de árvores sempre que perceber risco de queda;
    – Não jogue lixo nas ruas; ele é facilmente levado para bueiros e pode causar entupimentos;
    – Tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso; evite usar velas ou lamparinas, devido ao risco de incêndio.
  • Antes de temporais
    – Se possível, mantenha-se abrigado;
    – Tenha sempre em mente uma rota de fuga;
    – Avise aos vizinhos sobre situações de perigo, caso necessário;
    – Solte os animais caso estejam presos em casinhas ou por correntes;
    – Não pare o carro perto de árvores ou postes, porque eles podem cair ou atrair raios;
    – Se houver risco de deslizamentos de terra na região onde você mora, fique atento a qualquer sinal de rachaduras no terreno ou em paredes;
    – Fique atento aos sinais de tempestade: nuvens escuras e ameaçadoras, trovões e relâmpagos distantes ou aumento repentino da força do vento.
  • Durante chuvas fortes ou intensas
    – Fique atento ao nível de subida das águas, mesmo à noite;
    – Desligue os aparelhos elétricos, o quadro geral de energia e feche registros de entrada de água e gás;
    – Se a água invadir sua casa, vá imediatamente para áreas mais altas e peça ajuda dos bombeiros pelo telefone 193;
    – Se houver risco de inundação ou enxurrada na região onde você mora, se possível, coloque móveis e outros utensílios em locais altos;
    – Diante do risco de inundação ou enxurrada na região onde você mora, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos bem fechados e em local protegido e de fácil acesso, em caso de precisar deixar o local com urgência;
    – Caso haja infiltração, rachaduras, barulhos estranhos ou movimentação de postes ou árvores perto de casa, abandone imediatamente o imóvel;
    – Feche bem as portas e janelas;
    – Se houver vendaval, granizo ou descargas elétricas, fique atento às recomendações para esses tipos de ameaças; – – – Auxilie crianças, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção próximas a você;
    – Caso não tenha treinamento, evite tentar salvar alguém entrando na água, ligue para os bombeiros (telefone 193), jogue algum material flutuante para a vítima e aguarde os profissionais chegarem;
    – Evite contato com a água de alagamentos, pois pode estar contaminada e provocar doenças;
    – Nunca atravesse ruas alagadas, mesmo de carro, moto ou bicicleta, pois a força da água poderá arrastar veículos;
    – Se for pego por uma correnteza, flutue de barriga para cima, com os pés à frente, acene por socorro e, se possível, arranje um material para flutuação;
    – Se estiver em um veículo com possibilidade de alagamento na via, procure por um local alto e espere o nível da água diminuir;
    – Se houver qualquer sinal de movimentação de terra na área, busque um local seguro;
    – Avalie a real necessidade de dirigir sob forte chuva;
    – Caso precise percorrer trilhas ou dirigir durante a chuva, seja prudente na escolha do trajeto;
    – Se necessário dirigir durante a chuva, aumente a distância em relação ao veículo da frente;
    – Caso o meio-fio esteja coberto de água, evite passar por esse trecho;
    – Em caso de emergência ou risco iminente, acione o Corpo de Bombeiros (193).
  • Em caso de chuvas com relâmpagos
    – Afaste-se de estruturas metálicas não aterradas (portas, janelas, colunas, cercas de arame, etc.);
    – Nunca se abrigue sob árvores, torres de transmissão, antenas ou postes de iluminação;
    – Caso esteja em campo aberto, permaneça agachado e longe de estruturas que possam atrair o raio;
    – Procure nunca estar em um ponto mais elevado no terreno.
  • Depois das chuvas
    – Se a chuva alagar sua casa, lave e desinfete chão, paredes, objetos caseiros e roupas atingidas;
    – Raspe toda a lama e retire o lixo do chão, das paredes, dos móveis e dos utensílios;
    – Evite o contato com água e lama – para isso, use luvas e botas ou sacos plásticos duplos nas mãos e nos pés;
    – Não use água de fontes naturais ou poços depois do alagamento, pois podem estar contaminados;
    – Volte para casa durante a luz do dia.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *