Reunião dá sinal verde para investimento de R$ 900 milhões no Metrô-DF

Ibaneis, Rafael Prudente e presidente do Metrô-DF se reuniram com ministro e tiveram sinal verde para financiamento de R$ 900 milhões

reunião no ministério da cidade entre Ibaneis, Rafael Prudente e mais

Uma reunião no Ministério das Cidades deu sinal verde para que o Distrito Federal consiga um financiamento de cerca de R$ 900 milhões para investimento no metrô. O governador Ibaneis Rocha (MDB) e o deputado federal Rafael Prudente (MDB-DF) se encontraram com o ministro Jader Barbalho, na última quinta-feira (18/1), e discutiram a compra de novos trens, após a repercussão negativa do incêndio que tomou conta de um vagão, na última semana.

A reunião entre emedebistas foi articulada por Prudente, que citou a falta de grandes investimentos na Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF). “Uma prioridade do Governo do DF é a compra de novos trens, que fica em torno de R$ 900 milhões. Já houve sinalização positiva do ministro nesse caso, com recursos de um financiamento mais vantajoso do que do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]”, comentou o deputado.

Quando houve o incêndio no vagão, o presidente do Metrô-DF, Handerson Cabral, havia adiantado o pedido de 15 novos carros, que dariam uma grande renovação à frota atual de 32 trens. Ele também esteve na reunião, que foi concluída com o compromisso do GDF de retornar na próxima semana com uma análise técnica da capacidade de endividamento.

“Vamos retornar com dados e elencar as prioridades”, afirmou Rafael Prudente. Também esteve em pauta o pedido de um investimento de R$ 400 milhões, necessário para modernização do sistema de automação do Metrô-DF.

Expansão

A prometida expansão do metrô em Ceilândia também teve passo importante recente. A Companhia do Metropolitano do DF abriu licitação para contratação de empresa que vai realizar as obras de expansão na região administrativa, com mais 2,3 km de linha e duas novas estações.Play Video

A população da região deve contar com novas estações entre as QNO 5 e 13 e entre as QNO 7 e 15, cruzando Ceilândia até próximo à BR-070, na saída para Águas Lindas. Segundo o Governo do Distrito Federal, se projeta um acréscimo de 12 mil passageiros por dia com a expansão.

O edital de licitação publicado no Diário Oficial do DF (DODF) nesta sexta-feira (19/1), incluindo a elaboração dos projetos de engenharia e execução das obras civis das estações 28 e 29, de duas subestações retificadoras, além da implantação dos sistemas fixos referentes à expansão da Linha 1.

O metrô ainda terá expansão em Samambaia. A empresa ou consórcio que vencer a licitação vai ampliar a linha em 3,6 km, a partir do Terminal. Também serão duas novas estações, nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e do Centro Olímpico. Essa última passará a ser a estação terminal do trecho.

A empresa vencedora do processo será divulgada nos próximos dias. A obra deve durar quatro anos, a partir da aprovação do projeto, sob custo de R$ 362 milhões.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *