Subgerente desvia R$ 160 mil de escritório e é demitida ao voltar de férias

Mulher trabalhava em um escritório de advocacia na Santa Maria

A subgerente financeira de um escritório de advocacia é investigada por desviar mais de R$ 160 mil do local de trabalho, há pelo menos dois anos. Nesta quarta-feira (24/1). a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) desencadeou uma operação e cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa da suspeita, em Santa Maria.

Segundo a Polícia Civil, a mulher transferiu R$ 162.154,58 para a própria conta bancária, entre fevereiro de 2022 e janeiro deste ano. A falta do dinheiro foi notada no final de dezembro de 2023 e, ao voltar das férias, a funcionária foi demitida e confessou a prática aos chefes.

Apesar da confissão, a quantia de dinheiro não foi recuperada e nem encontrada nas contas bancárias da infratora. O caso foi apresentado ao Poder Judiciário e a PCDF que requereu um mandado de busca e apreensão.

Na casa, os investigadores da 5ª Delegacia de Polícia (área central) não encontraram dinheiro em espécie, mas apreenderam um veículo e outros eletrodomésticos por, supostamente, terem sido adquiridos com a obtenção do recurso. Na residência, também foram achadas substâncias ilícitas e anabolizantes, que pertenciam ao marido da suspeita. Ele disse não ter receitas médicas para o uso e foi autuado por posse de drogas para consumo pessoal.

A suspeita será investigada por furto qualificado e pode pegar de 2 a 8 anos de pena.

*Estagiário sob a supervisão de Suzano Almeida

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *