Confira o antes e o depois da gestão de Pábio e Rudilene no município

A rede municipal de ensino, que lá em 2017 foi recebida com 45 unidades, conta atualmente com 56 escolas municipais e mais 2 unidades no gatilho, somando 58 unidades

A secretaria Municipal de Educação de Valparaíso de Goiás informa que a rede de ensino no ano de 2017 possuía 45 unidades escolares, sendo 13 escolas infantis e 32 de ensino fundamental, além do EJA – Educação de Jovens e Adultos. No início da gestão em 2017, observou-se que existiam creches do Governo Federal totalmente abandonadas em vários cantos da cidade. Logo já foi iniciado um trabalho de retomada dessas creches, e após muita luta da Secretaria de Educação e do Governo Municipal, a situação de todas as creches foi regularizada e, com muito trabalho e empenho, as unidades foram entregues à comunidade, com contrapartida de recursos próprios do FUNDEB, uma vez que o Governo Federal já havia feito sua parte com recurso do FNDE.

As creches entregues desde 2017 sob a gestão municipal do prefeito Pábio Mossoró e da secretária de Educação, professora Rudilene Nobre, são as seguintes: CMEI Maria Marluce (Morada Nobre), CMEI Zacarias Bajo Castrillo (Esplanada V), CMEI Messias Leite Leão (Ypiranga), CMEI Sérgio Groff (Etapa B), CMEI Angélica Santos (Cidade Jardins), CMEI Helena Ferreira de Farias, de tempo integral (Pacaembuzinho). Então, entre 2017 e 2023 tivemos a construção das 6 creches abandonadas e entregues totalmente adaptadas e regularizadas para a comunidade de Valparaíso de Goiás. Além das 6 unidades regularizadas, a secretaria teve que alugar um espaço para implantar mais uma creche, no Bairro Chácaras Brasil, o CMEI Tia Creusa, unidade que levou mais tranquilidade e conforto para o bairro, uma vez que carecia ali desse segmento.

Se tratando de ensino fundamental, a secretaria municipal de Educação entregou à comunidade escolar a Escola Municipal em Tempo Integral Professor João da Silva Filho (Pacaembuzinho), Escola Municipal Maguito Vilela (Ipiranga A), e adquiriu a sede própria das Escolas Judite Maria, Janete Cardoso, Cora Coralina e Mônica de Fátima, deixando o aluguel de lado e construindo, com recursos do FUNDEB, um verdadeiro patrimônio público deixado para a população.

Além da aquisição de várias sedes próprias e construção de escolas novinhas, pode-se de dizer que absolutamente todas as unidades da rede de ensino foram reformadas e/ou ampliadas. Em relação às reformas e ampliação das unidades escolares, temos: E.M. Antônio Bueno de Azevedo (no Bairro Céu Azul), a E.M. Ayrton Senna (no bairro Gleba B), E.M. Monteiro Lobato (no Bairro Valparaizo II), E.M. Gilmar de Jesus Cavalcante (no Bairro Chácaras Anhanguera A), E.M. Leolino de Jesus Soares (no Bairro Valparaizo II), E.M. Paulo Freire (no Bairro Marajó), E.M. Professora Maria do Nascimento Paiva, E.M. Professora Mª José Rios (no Bairro Val. I Etapa D), E.M. Santa Rita (no Bairro Santa Rita), E.M. Marcus Salerno e E.M. Valparaiso I-E (no Bairro Valp. I Etapa E). Outras unidades foram totalmente demolidas e reconstruídas do zero, além de também ampliadas, como o CMEI Pró-Saber e a recém entregue E.M. Avelino Jove de Abreu, mostrando cada vez mais que o compromisso da SME e do Governo Municipal não brincou em serviço.

Como se não fosse suficiente, no momento acontece a finalização das obras de cinco importantes unidade de ensino: a construção e ampliação da E.M. Mônica de Fátima, no bairro Cruzeiro do Sul, feita totalmente com recursos próprios do FUNDEB, bem como a reforma completa da E.M. Divina Lourenço, onde tiveram vários obstáculos burocráticos em seu trâmite, mas a retomada aconteceu, além da construção da quadra de esportes em comum das E.M. Adeuvaldo Barbosa e CMEI Pró-Saber, e a reforma completa da E.M. Nelson Mandela, no bairro Céu Azul e a reforma geral com ampliação do CMEI Professora Ivanilza, e bem em breve as  escolas serão devolvidas aos alunos. Contamos também, acontecendo em tempo real, com a reforma, pintura geral e troca de telhado da EMEI Cecília Meireles, do bairro Jardim Céu Azul.

Falando em troca de telhados, mais de 8 unidades tiveram a cobertura completa trocada, como as escolas Carolina Maria de Jesus, que também teve sua estrutura reformada, Cora Coralina, Gilmar de Jesus, Monteiro Lobato, Ayrton Senna, Arminda Matos, Professora Maria do Nascimento Paiva, Cecília Meireles e 1/E, levando mais segurança e conforto para os alunos e para os servidores lotados nas unidades.

Também acontecendo em tempo real, finaliza-se nos próximos dias a reforma completa com ampliação da sede do CIEI, na Etapa A, que atende toda a comunidade que necessita de atendimento especializado. E diga-se por sinal, é uma obra de primeiro mundo, totalmente moderna e adaptada, mostrando que a gestão atual não mediu esforço algum para levar mais dignidade e qualidade de vida para quem realmente utiliza diariamente as dependências da Educação.

Não se pode deixar de citar que a gestão 2017-2024 da Secretaria Municipal de Educação vai deixar seu legado positivo para Valparaíso de Goiás, uma vez que foi implantada com muito sucesso a Escola Municipal de Línguas de Valparaíso de Goiás, conceituada por seus profissionais efetivos de excelência e suas vagas possuem um nível absurdo de concorrência, uma vez que vários moradores de outras cidades recorrem a esse serviço no município, por sua qualidade e eficiência. A Escola de Línguas oferta cursos de Inglês, Espanhol e Libras, e a Central de Interpretação da Língua de Sinais já é uma realidade para o município e mais um marco deixado nessa gestão, uma vez que em todo o entorno essa é a única Central que atende todos que procuram esse serviço especializado. Sem contar na E.M. de Música Adilson Menezes, localizada no bairro Morada Nobre, que atende toda a população que busca conhecimento na área de musicalização, instrumental e canto, de forma técnica e prática.

E já no planejamento de um futuro bem próximo, encontra-se em trabalho concretizado a aquisição de mais uma sede da Escola de Línguas, já com sede existente e própria, faltando apenas burocracias administrativas para a implementação à sociedade local. Também já em fase de finalização a aquisição de mais uma escola municipal, no Bairro Marajó, que atenderá crianças estudantes de 6º ao 9º ano.

Hoje, a rede municipal de ensino, que lá em 2017 foi recebida com 45 unidades, conta atualmente com 56 escolas municipais e mais 2 unidades no gatilho, somando 58 unidades, onde recebe mais de 27 mil alunos matriculados. Saindo de 45 unidades, deve-se saber que todas as 13 unidades adquiridas entre 2017 e 2024 foram com recursos próprios, deixando um patrimônio completo e responsável para a comunidade da cidade. Todo esse investimento em infraestrutura educacional tem apenas um objetivo comum: ofertar qualidade de vida para quem ensina, e ofertar qualidade de vida para quem aprende. Prova disso é saber que todos os indicativos de aprendizado em Valparaíso foram elevados e hoje a nota do IDEB do município é sucesso na região, deixando mais que claro o comprometimento e responsabilidade da gestora da pasta, Rudilene Nobre, que está à frente da SME desde 2017 com o aval do prefeito Pábio Mossoró.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Secretaria Municipal de Educação de Valparaíso de Goiás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *