Homem mata ex-companheira a tiros na frente da sobrinha no Entorno

O suspeito, Walisson Silva, 31 anos, não aceitava o fim do relacionamento e perseguia a ex-companheira constantemente

Walisson Silva está foragido após assassinar sua ex-esposa Nayra Suelen

Uma mulher foi assassinada a tiros pelo seu ex-marido na noite dessa terça-feira (13/2), na Parada 12, no Pedregal, bairro do Novo Gama (GO), no Entorno do Distrito Federal. O suspeito, Walisson Silva (foto em destaque), 31 anos, não aceitava o fim do relacionamento e perseguia a ex-companheira constantemente.

O crime ocorreu quando a vítima, Nayra Suelen de Oliveira, 29, estava voltando da casa de uma amiga a pé com sua sobrinha de 16 anos. Ela e a adolescente foram perseguidas e abordadas por Walisson, que questionou a ex-esposa sobre o fim da relação.

Nayra Suelen, vítima de feminicídio no Pedregal

Quando ela respondeu que não queria mais manter proximidade, Walisson sacou a arma e efetuou quatro disparos. Tudo ocorreu na frente da adolescente, que ficou sem reação ao ver a cena. Após os tiros, o suspeito deixou o local utilizando um Honda Civic cinza e a sobrinha buscou ajuda da vizinhança para chamar o Samu.

Segundo a irmã da vítima e mãe da testemunha, Mayara Cristina Oliveira, 31, a filha achou que também seria assassinada no local. “Quando ele efetuou os disparos na minha irmã, minha filha ficou parada esperando que também fosse assassinada. O que seria de nós [família] se tivéssemos de lidar com duas perdas?”, disse Mayara.Play Video

Medida protetiva

Walisson já havia agredido Nayra outras vezes e a vítima havia feito três boletins de ocorrência contra o autor. O suspeito ainda tinha uma medida protetiva contra ele, a qual não respeitava. “Ele já quebrou o pé da minha irmã uma vez e, no final do ano passado, invadiu a casa dela cobrando a volta do relacionamento. Nós [família] alertamos ela sobre o Walisson, mas ela duvidava que ele pudesse chegasse a tanto”, lembrou Mayara.

Walisson é considerado como foragido e a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) segue investigando o caso. Nayra deixou dois filhos, um de 11, e outro de 9 anos. “A pior parte foi ter que contar para os filhos que a mãe deles foi morar no céu. Estamos destruídos, ele destruiu nossa família. Queremos justiça” completou Mayara.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *