Arma laser britânica, “DragonFire” impressiona o mundo, veja vídeo

A arma de energia direcionada a laser atinge alvos na velocidade da luz, usando um intenso feixe de energia para cortar objetos, levando à falha estrutural

Imagens mostram arma britânica Dragonfire

Imagens desclassificadas pelo governo britânico mostram o primeiro disparo de alta potência da arma laser Dragonfire — ou Fogo de Dragão, em português. O tiro destruiu um drone no céu usando o raio mortal do sistema, realizado durante um teste secreto nas ilhas Hébridas, arquipélago escocês.

A arma que também pode explodir mísseis nucleares hipersônicos foi revelada ao público recentemente. Nestes treinamentos realizados pelo Exército de Defesa, o laser provou ser tão preciso que poderia atingir uma moeda de uma libra a 800 metros de distância, com cada disparo custando cerca de £ 10.

Seu alcance total permanece sendo uma informação sigilosa, mas o feixe invisível de 50kW pode atingir qualquer alvo visível, segundo o governo britânico. Os chefes militares acreditam que o armamento, que não requer munição, pode revolucionar o campo de batalha do futuro.

Veja vídeo com mais detalhes do armamento:

O Ministério da Defesa da Grã-Bretanha (MOD) declarou que “DragonFire é um laser militar avançado, sendo desenvolvido pela indústria Dstl e GB. A arma de energia direcionada a laser atinge alvos na velocidade da luz, usando um intenso feixe de energia para cortar objetos, levando à falha estrutural”.

Arma laser DragonFire — Foto: Divulgação/Ministério da Defesa do Reino Unido
Arma laser DragonFire — Foto: Divulgação/Ministério da Defesa do Reino Unido

Construído por cientistas no Reino Unido, o sistema de armas é uma colaboração de 100 milhões de libras entre o Laboratório de Ciência e Tecnologia de Defesa (Dstl) do governo e parceiros da indústria como Leonardo e Qinetiq. A tecnologia poderá um dia ser usada para afundar barcos e danificar navios de guerra, derrubar aviões militares e até destruir mísseis hipersônicos, que são rápidos a ponto de viajar de Moscovo a Londres em nove minutos.

Teste com arma laser — Foto: Divulgação/Ministério da Defesa do Reino Unido

Embora os testes tenham sido considerados um sucesso, ainda não se sabe quando o DragonFire poderá entrar em serviço. Devido à energia necessária para alimentá-lo, espera-se que seja instalado em navios de guerra da Marinha Real ou que seja utilizado como plataforma permanente de defesa aérea em terra. No entanto, há o desejo de que seja instalado em veículos blindados do Exército Britânico.

Em um comunicado de janeiro, o MOD disse: “DragonFire explora a tecnologia do Reino Unido para ser capaz de fornecer um laser de alta potência em longos alcances. A precisão necessária é equivalente a acertar uma moeda de £ 1 a um quilômetro de distância”.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

O GLOBO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *