Pai de aluno agride professores dentro de escola no Entorno do DF

O episódio de violência foi registrado por câmeras de segurança e o autor do crime chegou a ser preso em flagrante pela Polícia Militar (PMGO). Ao Correio, o professor detalhou como tudo ocorreu

Um professor de uma escola pública da Cidade Ocidental (GO), no Entorno do DF, foi agredido pelo pai de um aluno nas dependências da instituição, no Centro Educacional José Neto, localizado na QE 13. O episódio de violência foi registrado por câmeras de segurança e o autor do crime chegou a ser preso em flagrante pela Polícia Militar (PMGO).

O caso ocorreu no começo da tarde dessa segunda-feira (11/3). Em entrevista ao Correio, o professor, que prefere não se identificar, contou que o aluno, de 14 anos, cursa o 8º ano e vinha matando aulas para ficar em outras classes. O pai do estudante e autor das agressões chegou a ser chamado para uma reunião e concordou com a equipe pedagógica de fazer uma “parceria” para auxiliar no bom comportamento do filho.

No entanto, segundo o docente, o adolescente não seguiu as regras e continuou a faltar as aulas. “Ontem (segunda-feira), ele matou (aula) novamente. Cheguei para ele e disse que não ia mais conversar. Trinta minutos depois, outra professora me chama e diz que o menino faltou novamente. Conversei com ele e chamamos o pai, que chegou na escola agressivo”, detalha o professor.

Em um vídeo gravado pelo próprio professor, o pai do aluno o aborda com agressividade e o xinga de mentiroso e “merda”. O professor respondeu dizendo que só conversaria com o homem na presença do diretor. “Consegui me recolher em uma sala e liguei para a polícia. Do outro lado da porta, ele ouviu minha conversa com a coordenadora e invadiu a sala. Ela tentou intervir e ele a empurrou contra o armário”, disse.

Nervoso com a filmagem, o autor tinha a intenção de tomar e quebrar o celular e ameaçou: “Vou no velório e quando eu voltar você vai ver o que vou fazer”. O docente conseguiu sair da sala por um canto, mas o homem o perseguiu e o agrediu com um soco na cabeça. “Me deu só na cabeça, parecia que queria me matar”, relata o professor agredido. 

Na confusão, o menor de 14 anos empurrou o diretor. Os agressores só não contavam com as câmeras de segurança, que capturaram toda a violência.

Outros professores contiveram o pai do aluno, mas ele conseguiu fugir. Acionados, os policiais militares da cidade capturaram o homem minutos depois e o levaram à delegacia. O boletim de ocorrência foi registrado como ameaça, desacato e lesão corporal. O Correio apurou que o pai foi liberado e voltou, inclusive, a ameaçar o professor, por mensagens no WhatsApp. Já o filho, foi remanejado para outra escola.

Correio tentou contato com a Secretaria de Educação da cidade, mas ainda não obteve retorno.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Correio Brasiliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *