‘Muito assustado’, diz radialista que levou cotovelada em ciclofaixa de Balneário Camboriú e fraturou 7 costelas; VÍDEO

Radialista leva cotovelada em ciclofaixa de Balneário Camboriú e fratura 7 costelas

Momento exato em que homem é atingido por cotovelada, antes de cair — Foto: ClimaBC/Redes Sociais

O homem que levou uma cotovelada ao andar de patinete na ciclofaixa de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, fraturou 7 costelas. Morador de Resende (RJ), o radialista Carlos Alberto Zurc também feriu a vértebra e fraturou a clavícula, o que o coloca em risco de passar por uma cirurgia no ombro.

O caso aconteceu em 9 de março, quando Zurc estava em Santa Catarina. O suspeito, que andava de patins no momento da agressão, foi identificado e é investigado por tentativa de homicídio.

Assustado com a agressão e a repercussão, Zurc disse ainda sentir falta de ar e dores no corpo por conta dos ferimentos. Ele chegou a ser hospitalizado em Balneário Camboriú, porém retornou ao Rio de Janeiro, onde se recupera em casa (assista o relato no vídeo acima).

“Estou muito assustado com o que aconteceu. Estou meio perdido ainda diante de tudo. E fiquei mais assustado ainda ao ver as matérias, os vídeos, perceber que a polícia está verificando isso, entendendo isso como uma tentativa de homicídio. Eu jamais imaginei que isso pudesse acontecer algum dia, ainda mais, principalmente, comigo, que sou super da paz, de boas”, disse.

Após a cotovelada, Zurc se desequilibrou, caiu e quase foi atingido na cabeça por uma por uma caminhonete que passava ao lado da ciclofaixa localizada na Avenida Atlântica, principal da cidade. Um vídeo flagrou a situação (assista abaixo).

A via onde ocorreu o incidente é designada como ciclofaixa compartilhada, pois é permitido, segundo a Guarda Municipal, o uso não apenas para bicicletas, mas para patins, rollers, veículos elétricos, skates, entre outros.

Na investigação de tentativa de homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar), o delegado Vicente Soares afirmou que o prontuário médico da vítima será levado em consideração. Testemunhas também serão ouvidas.

Além disso, os autores das imagens que flagraram a agressão devem prestar depoimento. Eles faziam uma transmissão ao vivo mostrando a cidade e a Praia Central.

Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) foi chamado e prestou os primeiros atendimentos ao homem, por volta das 15h. O Serviço de Urgência e Emergência (SAMU) conduziu a vítima a uma unidade de saúde.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *