Moraes determina inclusão de Elon Musk no inquérito das milícias digitais

Ministro do STF ordenou que o X não desobedeça ordens judiciais da Justiça brasileira e fixou uma multa de R$ 100 mil caso o bilionário reative as contas proibidas pelo tribunal

O bilionário e dono do X Elon Musk e o MINISTRO
do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Alexandre de Moraes -  (crédito: Stefani Reynolds/AFP; Antonio Augusto/SCO/STF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na noite deste domingo (7/4), a inclusão do bilionário Elon Musk,  dono do X (antigo Twitter), no inquérito das milícias digitais — que investiga a disseminação fake news com o objetivo de atacar as instituições democráticas. O magistrado também determinou que a conduta do empresário seja investigada em outro processo. 

A determinação de Moraes é para que a Polícia Federal faça a investigação por “flagrante a conduta de obstrução à Justiça brasileira, a incitação ao crime, a ameaça pública de desobediência às ordens judiciais”, por parte do bilionário.

Na decisão, o ministro da Suprema Corte destacou que “as redes sociais não são terra sem lei! As redes sociais não são terra de ninguém!”. Para o magistrado, as declarações de Musk mostram que o X atuou ativamente abrigar a organizações que promoviam atividades criminosas contra a democracia brasileira.

“A conduta do “X’ configura, em tese, não só abuso de poder econômico, por tentar impactar de maneira ILEGAL a opinião pública, mas também flagrante induzimento e instigação à manutenção de diversas condutas criminosas praticadas pelas milícias digitais investigadas”, escreveu o ministro.

Moraes afirmou que, depois dos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, é um absurdo imaginar que as plataformas, em especial o X, não tenham ciência das práticas criminosas que se utilizam de suas infraestruturas.

“É inaceitável que qualquer dos representantes dos provedores de redes sociais e de serviços de mensageria privada, em especial o ex-Twitter, atual “X”, desconheçam a instrumentalização criminosa que vem sendo realizada pelas denominadas milícias digitais, na divulgação, propagação, organização e ampliação de inúmeras práticas ilícitas, especialmente no gravíssimo atentado ao Estado Democrático de Direito e na tentativa de destruição do STF, Congresso e do Palácio do Planalto, ou seja, do própria República brasileira, principalmente, porque, após a tentativa golpista de 8 de janeiro de 2023”, ressaltou. 

O ministro também fixou uma multa de R$ 100 mil caso o bilionário reative as contas proibidas pelo tribunal. A decisão de Moraes é uma resposta às ameaças feitas por Elon Musk durante o fim de semana de descumprir as ordens emitidas pelo STF. Na noite desse sábado, o empresário disse que reativaria todos os perfis bloqueados por ordem da Justiça brasileira. 

“Estamos levantando todas as restrições. Este juiz (Alexandre de Moraes) aplicou multas pesadas, ameaçou prender nossos funcionários e cortar o acesso ao X no Brasil. Como resultado, provavelmente perderemos todas as receitas no Brasil e teremos que fechar nosso escritório de lá. Mas os princípios são mais importantes do que o lucro”, escreveu o bilionário.

O bilionário e dono do X (antigo Twitter) Elon Musk, voltou a criticar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes neste domingo (7/4). Em postagem no X, Musk afirmou que a plataforma irá publicar todas as demandas feitas por Moraes e como todos essas medidas violam as leis brasileiras.

“Esse juiz traiu descaradamente e repetidamente a constituição e o povo do Brasil. Ele deveria renunciar ou sofrer impeachment. Vergonha Alexandre de Moraes, vergonha”, afirmou o bilionário.

As críticas de Musk são direcionadas à Moraes porque o ministro foi o responsável por uma série de inquéritos, tanto no STF como no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que investigaram a disseminação de fake news nas redes sociais.

Essas investigações foram seguidas pelo bloqueio e suspensão de uma série de perfis nas redes sociais de pessoas com suspeita de envolvimento.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

Correio Brasiliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *