Polêmica! Etíope diz que está há 16 anos sem comer ou beber e que sua saúde é “perfeita”, veja vídeo

Muluwork Ambaw vive em Jimma e já teria sido analisada por médicos de vários lugares, incluindo Índia e Dubai

Polêmica! Etíope diz que está há 16 anos sem comer ou beber e que sua saúde é “perfeita”

Enquanto muita gente sofre com dietas restritivas, uma etíope afirma que não come nada nem bebe água há 16 anos. Segundo o tabloide britânico The Mirror, a última refeição de Muluwork Ambaw, um prato de ensopado de lentilhas, teria sido consumido por ela aos 10 anos. Agora, aos 26, diz que simplesmente não tem mais apetite.

Embora goste de cozinhar para a família, a mãe de um filho, que mora em Jimma, na Etiópia, já teria sido testada por vários médicos na Índia, no Qatar e em Dubai, mas ninguém conseguiu explicar o suposto fenômeno da prolongada perda de apetite.

O youtuber e influenciador digital americano Drew Binsky decidiu visitar Muluwork para tentar entender como ela sobrevive com o suposto jejum de 16 anos. Ela conta que gosta de passar o tempo em seu jardim, onde cultiva vegetais, que prepara refeições para visitas e para a família, com alimentos frescos. “Cozinho o quanto quero, mas não tenho apetite”, comenta a etíope no vídeo compartilhado no YouTube, por Drew, em abril deste ano.

Polêmica! Etíope diz que está há 16 anos sem comer ou beber e que sua saúde é “perfeita”

Como ela não come nem bebe nada há 16 anos, também não usa o banheiro. Muluwork Ambaw revela ao youtuber que o único momento em que vai ao banheiro é para lavar o corpo.

Quando a etíope engravidou, recebeu infusões de glicose para ajudar a complementar a necessidade de energia do corpo. Como era de se esperar, não conseguiu amamentar, pois não conseguia produzir leite. “Após dar à luz, meu filho foi amamentando com leite artificial”, conta Muluwork a Drew Binsky.

A jovem explica que fez vários exames e que os médicos não encontraram nada de errado com ela. De acordo com o The Mirror, após três anos de diagnósticos, incluindo os realizados por especialistas na capital etíope, Adis Abeba, a saúde da jovem foi considerada “perfeita”. Eles também notaram que não havia comida, água ou resíduos em seu trato digestivo – o que sugeria que ela não tinha necessidade de “urinar ou defecar”.

Em Dubai e no Catar, também fizeram exames para verificar a saúde mental dela, mas, novamente, não encontraram nada que necessitasse atenção médica.

Embora os profissionais não tenham uma explicação, Muluwork Ambaw acredita que sua condição incomum é “obra de Deus”. Para os incrédulos, ela diz que deveriam visitá-la, e “verão que não come nem bebe nada”.

Siga ODEMOCRATA no Instagram pelo link www.instagram.com/odemocrata
📰Leia e veja as melhores notícias do Distrito Federal, entorno de Brasília, Brasil e do mundo🌎dando ênfase para notícias regionais📍e de utilidade pública.
✔️ANUNCIE CONOSCO
🟩WhatsApp📱(61)98426-5564📱(61)99414-6986
✅Confira nossa tabela de preço. Fazemos permutas e parcerias🤝🏽
PORTAL DE NOTÍCIAS
📲ODEMOCRATA
🌎SEMPRE CONECTADO COM VOÇÊ🖥️

fonte:

#trendsbr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *