Adiado o julgamento que ameaça vaga de deputado Rôney Nemer

Foi adiado o julgamento do deputado distrital Roney Nemer (PMDB), acusado de improbidade administrativa. Eleito deputado federal, o parlamentar pode ficar sem a vaga, caso seja negado o recurso da condenação em primeira instância. Se não houver mais atrasos, a sentença poderá sair na próxima quarta-feira.

deputado05_1000x664j_216A paralisação se deu por conta de pedidos de assistência, de ambos os lados. O PMDB ingressou na terça-feira com a solicitação para ajudar na defesa de Nemer. Já um eleitor se propõe a colaborar com o Ministério Público, que acusa o distrital de ter recebido dinheiro em troca de apoio político.

O adiamento da decisão foi considerado, pelo desembargador Gilberto Pereira de Oliveira e pelo representante do Ministério Público, uma maneira de retardar o desfecho do caso. “Então quer dizer que, se outros partidos ingressarem amanhã com pedido de assistência, o julgamento será adiado novamente?”, criticou o desembargador.

Voto vencido

Mesmo assim, o magistrado foi voto vencido. O relator do processo, desembargador Mario-Zam Belmiro, e a desembargadora Maria de Fátima Rafael foram favoráveis à consulta sobre a entrada dos auxiliares no caso. A defesa do deputado terá cinco dias para se manifestar sobre a mudança.

O advogado Rodrigo Madeira Nazário, que representa o deputado, afirmou que não estava em condições de se manifestar sobre a entrada dos auxiliares durante o julgamento. Nazário negou estar tentando protelar a sentença. “É preciso avaliar essa situação. Respeito a opinião do desembargador e do representante do Ministério Público, mas a posição mais razoável foi tomada pelo desembargador relator”, opinou.

(Fonte: Jornal de Brasília)edição de André Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *